domingo, 23 de maio de 2010

José Teodósio - O homem Futsal

Uns chamam-lhe Quinta Queimada, a esposa chama-lhe José António, na FPF é o José Teodósio, chamem-lhe o que quiser "desde que não me chamem pai e peçam dinheiro!" dirá o próprio.
Prefiro-lhe chamar o Senhor Futsal.

Começou a arbitrar já há pelo menos 30 anos, por ai!
Podia ter sido grande, mas uma lesão colocou-o na pausa alguns anos e perdeu o comboio.
Foi então um assistente dos bons, Acompanhou Teixeira Correia, Palma Ribeiro e Manuel Costa. E no distrital qualquer jovem que aparecia aproveitava para moldá-lo, sempre teve jeito para passar experiência contando as suas estórias.
No entanto o Futebol 5, Futebol de Salão e por aí foi sempre suscitando curiosidade e foi um dos pioneiros em Futsal conjuntamente com Jaime Vieira.
Foram monitores de Futsal, educaram os jogadores durante Verão atrás de Verão, e formaram árbitros. Implementaram o Futsal no distrito, sem dúvida.
Depois de terminada a carreira de árbitro aos 48 anos (mais não podia), enveredou pela de observador e subiu ao nacional de futsal.
Desde aí tem sido o timoneiro, já vai o 3º curso de Futsal, tem formado em quantidade, qualquer dia já terá alguma qualidade essa vaga de árbitros que por ai germina.

O Futsal distrital infelizmente não tem acompanhado de maneira alguma o futsal nacional, e olhamos para dentro com o sentimento que ainda não temos nada.
Campeonato com 8 equipas, só existem seniores, muito pouco.
O verdadeiro futsal vê-se nas maratonas de verão quando cá vem os algarvios e lisboetas e quando os nossos praticantes de futebol 11 mudam sazonalmente para os pavilhões.

Esperemos que o Futsal prossiga e se desenvolva e um dos grandes responsáveis é mesmo o José Teodósio.

5 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Aqui está um dos grandes homens da nossa arbitragem. Pena não ter ido longe como gostaria, mas a vida é assim. Agora ha que olhar em frente e seguir o rumo, mais propriamente o da escrita como observador, sempre com uma grande paixão.

Um abraço amigo
Bruno Vieira

Anónimo disse...

cvfbg

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Uma carreira repleta de grandes e bons momentos, mesmo depois de ter dado por finalizado a sua carreira como árbitro mostra ser uma pessoa com paixão à arbitragem, é destas pessoas que são precisas para que muitos parem de criticar os árbitros.
Cumprimentos
Tiago Gonçalves