sábado, 5 de junho de 2010

Ligas podem testar equipas de arbitragem com cinco elementos

As equipas de arbitragem compostas por cinco elementos, testadas esta época na Liga Europa de futebol, serão extensíveis, por um período experimental de dois anos, às 208 federações nacionais, revelou a FIFA esta terça-feira.
"Foi decidido que, durante os próximos dois anos, as seis confederações reconhecidas pelas FIFA e as suas 208 federações poderão, desde que se obtenha a anuência do Internacional Board (IFAB), efetuar testes com árbitros assistentes suplementares", indicou, em comunicado, o organismo que gere o futebol mundial.
As federações interessadas devem apresentar em breve um protocolo para a implementação de "testes não obrigatórios" e será constituído, no âmbito da FIFA, um comité que dará a necessária autorização para os mesmos antes do final de julho.
"É uma abertura, mas exige meios colossais para ser aplicada", comentou o árbitro Bertrand Layec, para quem se trata de uma "opção que resolverá muitos problemas" e que fará a FIFA "prolongá-la para além dos dois anos previstos".
Os dois fiscais que atuam atrás de cada uma das balizas reforçam o tradicional trio de arbitragem, constituído pelo árbitro e por dois assistentes, e o seu papel é auxiliar o líder da equipa na avaliação dos lances que decorrem em cada uma das áreas.

1 comentário:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.